série estudo sobre mestiçagem

2018 a 2020

Constituída por campos de cores, essas pinturas evidenciam relações cromáticas onde uma cor se estabelece como padrão dominante, buscando equilíbrio, harmonia, nuances e contrastes. Ao mesmo tempo, sugerem planos que disputam e/ou dividem o espaço físico da obra demarcado por rupturas. No campo simbólico, essas fronteiras suscitam questões como a segregação social, racial e tensões territoriais.

© edu silva

menu.png