autorretrato 40

2020

emulsão de polimero e gesso acrílico em placas de papelão.

políptico - 22 x 22 x 2 cm (cada)

Diferente de um retrato figurativo, meus autorretratos subjetivam relações de como me vejo e me sinto frente a uma sociedade permeada de preconceitos e segregações. Nesta obra, proponho uma reflexão sobre o “não lugar” da figura miscigenada de cor parda através de minha busca ao “re-conhecimento identitário”.

© edu silva

menu.png